Aprender

Estou a aprender a ter paciência...

Primeiro comigo e depois com os outros...

Mas não é fácil. Uma coisa que parece tão simples e que se revela ser uma tarefa bem pesada.

Acordo todos os dias pronta para fazer muitas coisas, cheia de planos e com a agenda cheia...

Mas na realidade, depressa me sinto cansada e hoje é um desses dias.

Saí cedo de casa, fui ao pão, fui dar de comer aos animais, fui tomar um café e quando regressei a casa parecia que tinha ido correr a maratona.

Tive que ir para o sofá...descansei um pouco...e voltei às tarefas domésticas mas depressa voltei ao sofá, onde ainda estou depois de fazer companhia à Rita enquanto ela fez os trabalhos de casa...

Hoje é dia de descanso...já vi que o meu corpo não está para grandes trabalhos...

Pois é preciso descobrir, um bocadinho todos os dias, o que posso ou não fazer, o que o meu corpo deixa que eu faça...

Quando não puder...posso sempre dar uso ao meu cérebro...esse também foi afectado pelos tratamentos e às vezes parece que trabalha a meio gás...a memória então está demais...esqueço-me de montes coisas, das mais básicas às mais importantes...ando com um livrinho onde escrevo tudo para não me esquecer...mas quando não o leio a coisa não corre bem...

Mas depois de mim vêm os outros...

E para esses outros às vezes falta-me...não é nada pessoal, mas sinto-me cansada e com pouco fôlego.

Para o que se passa no mundo então, não tenho palavras...sinto-me mesmo cansada...

Não consigo compreender este mundo nem as pessoas e às vezes até dúvido de que me consiga perceber a mim...

Preciso de descanso porque o que vejo à minha volta é demasiado triste para conseguir reagir...

Mas vou partir do princípio que neste momento preciso das minhas forças todas para me recuperar e recuperar a minha saúde, com a ajuda de Deus...acho que o mundo e os outros vão ter que esperar.

Porque no fundo, parece-me que só eu é que espero demasiado de mim neste momento...

Calma...com muita calma e muito descanso vamos lá...

É só ter paciência...e assim Deus me ajude.

Fiquem bem.

publicado por Viver Alentejo às 11:57 | favorito