Tenho pensado que...

Em rigor e contra mim falando, pois já não tenho idade nem vivência para isto, as pessoas ainda me surpreendem.

Talvez seja por agora ter muito tempo livre, talvez seja porque olho para o mundo com outros olhos, sei lá porquê...

Mas tenho pensado...tenho analisado...e tenho pasmado!!!!!

Como sabem troquei a cidade pelo campo, decisão de que não me arrependo, mas falo nisso agora pois actualmente, vivo numa comunidade mais pequena, acabando por ter contactos mais directos com outras comunidades próximas...

Aqui, os lugares e as pessoas não são melhores nem piores do que os outros, apenas diferentes...

Cada comunidade ocupa-se com os seus problemas e questões que são sempre característicos de um determinado tempo e de um espaço definido.

Voltando ao início...

Tenho pasmado...

Como é que um país se pode unir quando as pequenas comunidades não se conseguem entender?

Como é que num lugar com poucas centenas de pessoas, as pessoas não conseguem comunicar? Porque é que não se sentam, conversam e tentam chegar a um acordo?

Porque é que numa reunião se decidem coisas e assim que termina a dita um grupo decide fazer ( e faz ) outras coisas diferentes sem avisar ninguém, quando durante a reúnião não se manifestaram?

Porque é que assim que alguém vira costas os que ficam passam horas a dizer mal dos que acabaram de sair?

Porque é que toda a gente ( eu incluida ) passa a vida a partilhar frases bonitas, justas, de bem e politicamente correctas no facebook, como se todos fossemos os melhores do mundo, só tivessemos boas intenções e o mundo está como está?

Se somos todos bons, porque é que o mundo é tão mau?

Porque é que só se explora o lado mau das coisas e das pessoas?

Assusta-me...

Ter que viver assim...

Será que ninguém percebe que somos todos responsáveis pelo estado das coisas?

Será que ao dizer mal de quem manda, as pessoas não percebem que quem está no poder são pessoas iguais a todos nós mas que tiveram oportunidade de mandar?

O poder corrompe, o sistema engole as pessoas...o que está instituido não é culpa do governo, nem dos presidentes...é culpa de todos nós!

O que está mal, só está mal quando estamos do lado errado da coisa...

Assim que alguém passa a fazer parte do grupo que supostamente pode fazer a diferença, não muda de personalidade...muda de perspectiva e isso sim, faz toda a diferença.

Passa a estar na posse de dados a que o comum dos mortais não tem acesso, passa a preocupar-se com o seu emprego, com o seu ordenado, com a sua posição que não quer perder...

Boas pessoas? Somos todos...não tenhamos dúvidas...

Mas se, em vez de passarmos horas a desperdiçar recursos, sejam eles de que tipo forem, utilizassemos esse mesmo tempo, para nos educarmos, para nos informarmos, para crescermos como seres humanos, se passassemos mais tempo a educar os nossos filhos, a trabalhar em prol do próximo, a trabalhar, a dar o exemplo...

Seguramente iriamos construir uma comunidade melhor, que sustentaria um país mais desenvolvido e seria um exemplo para o mundo...

Dizer mal dos políticos? Para quê? Não percebem que eles também são filhos de alguém? Que também já foram crianças e jovens rebeldes?

Qual é a diferença entre eles e nós?

Eles foram educados para vencer...

Podem ter sido educados para isso pelos pais ou por si mesmos, mas todos os que mandam em alguma coisa, sempre acreditaram que podiam fazer a diferença...e fazem-na...bem ou mal...fazem...

Quanto aos outros?

Parece que nos resignamos a dizer mal dos outros, a criticar cada um...menos a nós mesmos...

Assim...não vamos lá...não vamos não!

 

publicado por Viver Alentejo às 14:53 | favorito