24 de Dezembro de 2011

Dia 25 de Dezembro é dia de anos, é dia de festa...

Lamento mas não é o dia do pai natal.

Parece-me que há registos suficientes de que neste dia se comemora o nascimento de Jesus.

Claro que para viver este dia em pleno é preciso ter fé, é preciso acreditar que Jesus nasceu efectivamente e que viveu entre nós como um homem comum sendo, no entanto, um exemplo a seguir.

Eu acredito...tenho fé...em Deus e nos homens, mas consigo perceber quem tem dificuldade em acreditar, em ter fé...eu também já fui assim...

Mas hoje não passei aqui para filosofar, passei para desejar a todos um feliz natal, que estes sejam uns dias de paz interior, de felicidade, de união e amizade. Que esta época sirva para nos avaliarmos, apenas a nós mesmos e não para criticar os outros. Para revermos as nossas atitudes, para percebermos o que fizemos bem e o que poderiamos ter feito de melhor. Para corrigir os nossos erros e podermos acertar o passo com tudo o que a vida e os outros têm de bom...

O que nos faz infelizes é passarmos a vida centrados no mau que nos rodeia, uns porque são antipáticos, outros porque nos fizeram mal ou disseram mal de nós, outros por isto, outros por aquilo...passamos a vida a descobrir os defeitos dos outros nunca pensando que nós também os temos, que as nossas atitudes ou palavras também podem magoar alguém...

Agora é a crise...há quanto tempo se houve falar de como tudo está mau...é verdade, nós todos sabemos que atravessamos tempos difíceis, que talvez possam piorar...e então? de que adianta estar sempre a falar disso ou a pensar no assunto? De nada, porque as coisas não vão melhorar só porque nos preocupamos...há gente a passar fome há tanto tempo e são poucos os que se preocuparam com isso, há pessoas sozinhas e nunca ninguém quis saber...há pessoas doentes sem uma palavra de conforto...

Acredito...que se cada um de nós der o exemplo...quem nos rodeia acabará por fazer o mesmo...

Se ajudarmos quem precisa, se dermos a quem não tem, se gostarmos genuinamente dos outros, se sorrirmos para quem é azedo, se dermos um abraço a quem está só, acreditem que a nossa vida vai ser muito melhor, porque em cada dia que isto acontecer, vai ser um dia em que nos sentimos bem connosco e com o mundo e em que tudo faz sentido e vale a pena.

Ser natal quando um homem quiser só faz sentido se for vivido assim...

Natal é isto...é conseguirmos dar o melhor de nós a quem não tem...

É procurar tudo o que somos de bom e dar aos outros, principalmente a quem precisa...

Se é fácil viver assim?

Eu não acho...eu também me zango e digo palavras menos agradáveis aos outros, não sou nenhum exemplo de virtude suprema, também tenho os meus dias de não acreditar que o esforço valha a pena, mas logo me passa, porque na tentativa de ser um ser humano melhor, é que está a essência daquilo que sou, da minha capacidade de me superar e de conseguir chegar onde acho que devo estar...de conseguir ser o que acho que devo ser...assim Deus me ajude...assim Deus nos ajude.

Feliz Natal para todos.

 

 

publicado por Viver Alentejo às 10:29 | favorito