Amigos...

Vamos falar de Amizade porque hoje é terça-feira e parece-me bem.Amigos e amigos e mais conhecidos e depois vêm os que se conhecem de vista mas que são sempre potenciais qualquer coisa… mas primeiro estão os amigos, claro!E estes tais de amigos quem são? São aqueles com quem converso e passo umas horas por dia? Não, esses podem ser só conhecidos… e os conhecidos o que são? São aqueles com quem me cruzo e dou dois dedos de conversa? Acho que também não porque esses também podem ser os amigos ou alguém que conheço de vista mas de tanto ver já ouso dizer qualquer coisa… então? Como é que classifico os amigos? Aquelas frases foleiras que se mandam nos postais e nos sms modernos com palavras doces sobre a amizade não me parecem servir para isto…porque normalmente não se pensa nos amigos com flores à volta nem com bonequinhos a dizer que gosto de ti… Eu posso pensar em alguém que está ausente só porque também gostava de estar ausente e não necessáriamente porque considero esse alguém meu amigo. E podem passar dois anos sem ver alguém e no dia em que vejo parece que passaram dois dias. E também acontece falarmos muito com alguém que nunca será nosso amigo… e temos aqueles que estão sempre ali mas que falam pouco…e depois temos uns que serão sempre dúbios e que nunca vamos descobrir o que são por serem tão indefinidos como pessoas que acabam por passar essa indefinição para nós. Amigos de infância não tenho nem sei o que são, foram-se perdendo no tempo porque a sua presença na minha vida perdeu o sentido. Amigos de longa data… tenho dois ou três… amigos recentes tenho alguns, mas a pouco e pouco acabam por desvendar a sua pouca amizade e nenhuma cumplicidade. A amizade é algo que se vai construindo, um bocadinho todos os dias…ao longo do tempo e incondicionalmente…aceitando as diferenças e os arrufos, as más disposições e as alegrias, conversas de circunstância e debates profundos sobre a existência de cada um…é estar lá quando é preciso e pedir desculpa ou desculpar quando não se está, é zangarmo-nos e fazer as pazes na mesma conversa, é dar razão ou tirá-la conforme o que achamos mesmo que estejamos errados ou se enganem em relação a nós, é sentir que nada vai abalar a relação porque ela não é abalável. Amizade é sentir o que eu sinto pelos meus amigos…quem? Eles sabem quem são!
publicado por Viver Alentejo às 20:48 | favorito