20
Mar 07

1989...

Parei. Parei para pensar.
Fiquei eu, estava só eu.
Tudo estava escuro, eu, tu e o mundo.
Só peço um sinal, só uma luz e nada mais.
Vibrações de desejo passaram por mim, passaram por nós,
Eu fiquei, fui ficando.
Senti-me vazia e super lotada de um confronto desconhecido.
Ou eu e tu ou os outros.
Estava calor.
Mas eu seguia, seguia sempre nunca podendo parar.
Volta-me as costas ou aposta tudo comigo,
Ou tudo ou nada, ou nós ou ninguém,
Não quero distâncias, muros ou abismos,
Ou somos dois e um ou não vale a pena.
Subi…estava frio.
A luz não vinha, não veio
E eu continuava a subir até ti, até mim,
O fogo queimava,
O frio aumentava e eu ardia contigo
Chamas apagadas de desejos perdidos nos outros,
Vozes surdas querendo fazer-se ouvir,
Afastadas pelo vento do tem que ser,
Eu subia contra a corrente do dever
Que me arrastava para os outros e me separava de mim,
O “quero” que se julgava sentido, bloqueava,
Proibia, magoava acima de tudo,
Vozes, vozes de presença que eram e faziam ser.
Não suporto mais o tenho que…
Quero apostar tudo no quero.
E o que é que eu quero?
Quero ser e quero que sejas,
Quero sentir-te meu e que me sintas tua, que me faças sentir mulher,
Que te entregues a mim como homem.
O calor gela-me o sangue nas veias,
Quero respirar, ficar comigo e andar sempre.



Então um dia o céu fica claro…
Agora eu vejo e desço,
Sofucadamente livre, demasiadamente eu,
Aí vou ter contigo,
Sejas tu quem fores, para te conhecer,
Para finalmente sermos os dois, para nós.
Já sem presenças alheias, sem vozes de comando,
Sem ter que abandonar o jogo,
Sem os outros,
Então podemos ser,
Podemos gritar o que somos,
Sentir o que fazemos, ter o que queremos,
Depois voltamos a subir,
Os dois como um só,
O fogo volta a queimar,
O frio corta-nos,
Nada disto faz sentido
E nunca teve tanta razão de ser.
publicado por Viver Alentejo às 23:18 | comentar | ver comentários (3) | favorito

até amanhã

bom, depois de terminar esta acção de formação, fiquei a saber que vou começar uma outra na sexta feira!
Deverei, assim, ir passar o fim de semana ao alentejo!
neste momento estou um bocadinho irritada...
há pessoas que têm o dom de me tirar do sério!
às vezes acho que faço figura de parva...
vou desculpando porque descobri que neste mundo há pessoas que não sabem ser gostadas!
Lidam bem com quem os trata mal e dão pouco importância a quem deles gosta...
como é um mundo desconhecido para mim, vou tentando arranjar um modo de contornar a situação...mas há dias em que certas atitudes me deixam fora de mim...
fico com vontade de virar costas e deixar de me preocupar com quem não sabe lidar com coisas boas.
publicado por Viver Alentejo às 23:08 | comentar | favorito
20
Mar 07

formando

estou na sala de formação...
é verdade...e os meus doze formandos estão a fazer o teste final da acção.
coitadinhos...e eu aqui a divertir-me!
o teste não me parece difícil mas acho que lhes está a dar um bocadinho de trabalho...
finalmente vou de folga...
acho que a minha mãe, que nos veio visitar, vai levar a rita para o alentejo e eu vou aproveitar para dormir um bocadinho...
se estiver bom tempo talvez vá ver o mar...
agora vou voltar à formação, até logo
fiquem bem
publicado por Viver Alentejo às 13:20 | comentar | ver comentários (1) | favorito