Quanto tempo?

Quanto tempo duram os nossos sentimentos?Será que têm prazo?
Poderão alguns deles ser eternos? Ou só duram enquanto precisamos deles?
Que podemos nós fazer quando,não tendo uma pessoa ao nosso lado, nos sentimos preenchidos como se a tivessemos?
é como me sinto neste momento...com nada de palpável mas completa como o mais completo dos seres...
Partindo do princípio que o Universo conspira a meu favor, devo considerar-me uma pessoa feliz?
Alguma coisa falta...algo não está a fazer sentido...
publicado por Viver Alentejo às 21:13 | comentar | ver comentários (1) | favorito