31
Out 05
31
Out 05

Lágrimas...

Hoje, a propósito de algo estupido como perder uma chave, uma colega minha disse-me no meio da conversa: “…tempo, não tenho tempo para chorar…”, eu sorri-lhe um sorriso que pretendia ser de conforto mas que acabou por ser de solidariedade.
Vim para casa a pensar no assunto… nos dias em que me sinto exactamente como ela, sem tempo para chorar. Chorar faz bem, lava a alma e leva o mal para longe… mas o que é que acontece quando se sente que não há tempo para parar, nem sequer para deitar uma lágrima de conforto?
Algo está mal, não no nosso interior, mas nesta nossa vida que não nos dá espaço para sermos nós mesmos, que não nos deixa sentir a dor que queremos sentir. Nós temos o direito de ter tempo para ter pena de nós mesmos, para chorarmos lágrimas de uma dor que é só nossa e não se explica e para nos podermos rir dessa mesma pena e dessas mesmas lágrimas. Que vida se tornou esta em que esse direito nos é negado? Como é que chegamos ao ponto de dizer para dentro :“ espera um bocadinho, chora mais logo que agora tens que ir às compras e depois para casa”. Temos sempre coisas para fazer com pessoas a olhar para nós, pessoas que talvez também precisem de chorar e talvez não tenham tempo…
Cuidado, há que ter cuidado com as lágrimas que se escondem, chorem-nas sempre que puderem, para que um dia não se sintam sem tempo para o fazer, chorem-nas por mim que, também eu, já estou sem capacidade para arranjar tempo para as chorar…
publicado por Viver Alentejo às 23:32 | comentar | ver comentários (1) | favorito
28
Out 05
28
Out 05

Sexta-feira

Só porque hoje é sexta-feira…parece-me um bom motivo para escrever umas palavrinhas no meu blog!
Estou contente porque descobri outro blog onde alguém escreve coisas do género das minhas…afinal não sou a unica maluca que acha que as coisas que escreve podem ter interesse para alguém!!!!!! Eh Eh Eh…
Neste momento acabei de apagar as muitas linhas que já tinha escrito para mudar de assunto… acabei de receber uma msg muito doce de alguém com quem trabalhei hà uns tempos e que julgava já me tivesse esquecido… Afinal hoje cruzámo-nos por acaso e ao fim de algumas horas enviou-me uma mensagem que me conseguiu comover.Surgiu do nada e com meia duzia de palavras fez-me saber que ainda se lembra de mim, que lhe sou agradável e quis partilhar isso comigo!Fiquei sensibilizada!!!!!
È engraçado, a minha maneira de estar é um bocadinho a de cuidar dos outros, preocupar-me com eles e dar palavras de carinho e conforto mas não estou habituada a que me façam o mesmo. Sei que não fazem por mal, mas estão tão habituados a terem em mim um apoio, que se esquecem que eu também preciso de ser apoiada de quando em vez… Esta mensagem veio confirmar como é fácil fazer-me feliz com um gesto tão simples, que é bom saber que a minha maneira de ser agrada aos outros mas afinal de contas veio dar-me a certeza de que essas manifestações de carinho me fazem falta…
publicado por Viver Alentejo às 20:20 | comentar | ver comentários (1) | favorito
26
Out 05

Espaços...

Depois de tanto tempo ausente, dois artigos no mesmo dia…que luxo!
Pois é, mas um deles está escrito há três dias mas só hoje consegui publicar. E hoje decidi começar as minhas dissertações sobre “ as coisas” falando sobre a postura de pessoas em relação a outras pessoas.
Sim, nós habituamo-nos a tudo na vida, mas há coisas que custam a tragar, e para mim, uma delas é ninguém saber onde começa ou acaba o espaço de cada um. Uma vez li uma frase que dizia qualquer coisa do género que a minha liberdade termina onde começa a dos outros… é uma frase dificil de escrever e ainda mais de pensar, quem é que define essa fronteira? Quantos metros quadrados tenho eu em meu redor? Esse espaço compra-se? Como é que eu meço os metros quadrados dos outros para saber se cabemos todos? Quem escreveu isto devia ser preso…por ter a mania que é intelectual, a escrever coisas dificeis e a fazer os outros pensar nelas sem terem capacidade para tal…como ninguém chegou a nenhuma conclusão que satisfaça a população, acho que cada um resolveu interpretar a frase à sua maneira, ou seja, as pessoas pensam assim:« a liberdade dos outros termina onde começa a minha e a minha começa logo ali, o que faz de mim uma pessoa muito livre e dos outros seres limitados pela minha grandeza ».
Só assim consigo justificar as atitudes cretinas com que tenho de lidar todos os dias… é dificil lidar com os complexos de superioridade dos outros…os meus dias são passados a lidar com pessoas e há dias, como hoje, em que sinto uma necessidade profunda de arrumar a minha grandeza num espaço bem pequeno para não colidir com a grandeza dos que me rodeiam. Nos dias como hoje a grandeza da minha alma faz-me encolher o corpo para passar despercebida aos olhos dos corpos dilatados com almas mirradas, para poder continuar a conviver sem conflitos com essas pessoas que insistem em ocupar o espaço dos outros.Faço-o não por cobardia mas por ainda acreditar nas relações humanas e por ainda achar que vale a pena conviver com os outros… Deus me conserve assim!
publicado por Viver Alentejo às 16:56 | comentar | ver comentários (1) | favorito
26
Out 05

finalidade...

Este blog foi criado sem um objectivo definido. Agora tenho pensado sobre o assunto porque dentro do pouco tempo disponivel que tenho, sempre me vão perguntando porque é que nunca mais escrevi nada…
O meu mentor de blogs disse-me um dia que um blog só com textos não tinha piada e era monótono…pois será… mas é que eu só gosto de escrever, não sei fazer desenhos e fotos há aos milhares em todo o lado!
Então resolvi que, dadas as circunstâncias, só poderei mesmo escrever.
Eu sei que terei pouca clientela porque nos dias de hoje o que rende são imagens ou frases chamativas daquelas que dizem tudo em pouco espaço e que ocupam pouco tempo, porque não há tempo a perder. Como eu não sei viver assim, ainda acho que vale a pena parar um bocadinho para escrever ou ler meia duzia de linhas… tenham elas grande conteúdo ou não.
Com toda a franqueza, não consigo compreender para onde correm todos hoje em dia… não há tempo para um telefonema e manda-se uma mensagem escrita, não se pode perder tempo com nada, nem com o que é importante… tudo em nome de qualquer coisa que ainda não descobri nem encontrei quem me explicasse… já agora, se passarem por aqui e me souberem dizer onde e como é esse futuro que todos querem alcançar sem perder tempo, digam-me que pode ser que eu também queira ir. Até lá… vou usando o meu blog para dar opiniões, tão válidas como quaisquer outras, com calma e por escrito…
publicado por Viver Alentejo às 16:07 | comentar | favorito
10
Out 05
10
Out 05

O dia seguinte...

O dia seguinte é sempre um dia mágico!
Quer a véspera tenha corrido bem ou mal, o dia seguinte serve sempre de ponto de partida para qualquer coisa. Se correu bem, este dia serve para sonhar, para sorrisos incontroláveis, para recordar os bons momentos e planear os próximos. Se correu mal, serve para não querermos estar vivos, para achar que o mundo é cruel ,etc....
Neste caso e para os devidos efeitos, correu bem!!!!!
Estou particularmente feliz com um dos resultados locais destas eleições... acho que pela primeira vez na vida, os grandes vencedores foram os primeiros perdedores... parafraseando alguém que disse que os que ficam em segundo lugar são os primeiros perdedores ( até vêm em t-shirts e tudo). Neste caso particular, onde muitos se acobardaram em dar um voto util, finalmente sente-se que alguma coisa pode mudar! E não falo de mudanças de politicas ou de politicos nem de slogans baratos, falo de mudança de mentalidade...
Num universo pequeno, onde poucos se julgam muitos e fortes e onde muitos acham que não são nada nem podem fazer a diferença, surgiu alguém com corpo e espirito que, sem saber, lançou a primeira pedra para começar a dar voz a quem acha que não a tem...
É verdade... sem falar de ricos e de pobres, falo de influências, falo dos que estão na sombra e dos que dão o corpo ao manifesto!
O principio da mudança fez-se com quem trabalha na sombra e dá o corpo e a cara para que os novos valores tenham voz e rosto...
Do nada, surgiram duas pessoas com vontade de agitar o que não se agita hà muitos anos, com coragem para dizer o que precisa de ser dito!!!
Parabéns... aos dois e a quem neles acreditou!
Parabéns à vila de cano que finalmente começou a evoluir!!!!
publicado por Viver Alentejo às 13:58 | comentar | ver comentários (2) | favorito
04
Out 05

Apresentação

Vamos fazer isto como deve ser!!!
O meu primeiro blog...e possivelmente ultimo e unico, por isso quero fazer isto como deve ser...
O blog chama-se oliveira velha porque é um nome diferente que me liga ao alentejo, local de que tanto gosto.Espero que gostem da foto da árvore que deu o nome ao blog!
Aqui neste espaço vou dizer coisas, eu gosto muito de dizer coisas!!!! vou mostrar outras, enfim acho que é para isso que os blogs servem. vamos debitando letras e fotos e esperamos que apareça alguém que se interesse...
vou ficar à espera que alguém me descubra e se interesse por isto.
Sobre mim muito haverá a dizer mas como não nos conhecemos bem, acho que por agora chega...
à medida que eu me for ambientando a isto, vamo-nos conhecendo melhor.
até breve!!!!
A Minha Oliveira Velha
publicado por Viver Alentejo às 21:24 | comentar | ver comentários (2) | favorito
04
Out 05

Benvindos

...É verdade... rendi-me às novas tecnologias e decidi criar um blog. Que moderna!
Sejam benvindos... em breve terão noticias minhas!
publicado por Viver Alentejo às 18:29 | comentar | favorito