Dúvidas...

Como se diz na minha terra, não há fome que não dê em fartura...estou ausente dias a fio mas depois quando regresso...meus amigos...isto é uma produção literária que não pára!!! Bom, quero falar de duas coisas...uma é da escrita, outra é de relações humanas. Ponto número um: Escrever não é fácil! Pois...não é mesmo. Hoje na tv vi algures uma sra a dizer a outra: " Se escrever fosse fácil todos o fariam..." e pois que é mesmo assim. Tenho dois livros começados e nenhum vai sequer a um terço...será porque no fundo as coisas que eu acho interessantes quando passam para o papel perdem a verdadeira dimensão ou simplesmente não tenho jeito para isto? Hum...não sei! Tenho que tentar escrever outra vez um dia destes e pensar um bocadinho sobre o assunto...que triste me vou sentir se chegar à conclusão de que não tenho mesmo queda para a escrita!!! Por outro lado, temos uma diferente e nova perspectiva do assunto em que posso sempre achar que ainda não amadureci as minhas ideias ou a minha vida o suficiente para os passar para o papel...o que nos leva ao meu segundo assunto. Eu acredito que tudo nos acontece por algum motivo maior, todas as pessoas se cruzam na nossa vida para nos dar (ou tirar) alguma coisa... e será que é mesmo necessário um esforço tão grande para nos entendermos uns com os outros? Um dia conheci alguém e pensei que a nossa relação tinha sido projectada no céu e depois, sem mais nem quê, alguém no inferno,estando sem o que fazer,resolveu brincar e de um dia para o outro, deixamos de falar a mesma lingua, já não olhamos na mesma direcção, as opiniões divergem em tudo e o que é mais engraçado, é que não nos conseguimos entender de maneira nenhuma.....E hoje tenho estado a pensar que tudo isto deve estar a servir um qualquer propósito, que não faço ideia qual seja, e que alguém pretende que nós nos vamos desenvolvendo, crescendo, evoluindo e só depois de tudo isto acontecer é que nos vamos novamente entender....como no principio do nosso relacionamento! Que tal? é uma maneira nice de ver uma história que não tem pés nem cabeça...verdade? A mim parece-me bem!
Aqui em duas penadas arranjei desculpa para duas falhas na minha vida...eh eh eh!!!!! Que bom seria se fosse mesmo assim...
Meninos aí no inferno, parem lá com a brincadeira...agora já chega!!!! Vamos atinar com isto de uma vez!
publicado por Viver Alentejo às 00:37 | comentar | favorito